Historia II

Castiglioni mostrou-se astucioso ao unir estas duas firmas, de forma a poder estabelecer um contracto de producao sob licenca dos motores BMW IIIa e IV com o governo Checoeslovaco, que durou ate ao inicio dos anos 30, do qual a totalidade dos lucros foi para o seu bolso, nao passando pela BMW. Mas o que assegurou o successo da BMW na decada de 20 foi o fornecimento de motores para o Exercito Vermelho na Russia, do qual Castiglioni aplicava um taxa de corretagem de 10% atraves de varias firmas fantasmas suas. Eventualmente, atraves de denuncia (a Junkers expressou publicamente a sua incredulidade em relacao aos dividendos fantasticos da BMW), o Deutsche Bank foi forcado a investigar e estes esquemas foram descobertos, forcando Castiglioni a pagar 1 milhao de Reichsmarks a BMW e abandonar o Conselho de Supervisao, tendo o Deutsche Bank comprado as restantes accoes de Castiglioni, marcando a saida deste da BMW em 1929.

Durante o seu periodo como investidor, a BMW floresceu e re emergiu como contructora de motores, tornou-se constructora de motociclos e divergiu ate para a construccao de automoveis em 1924, abrindo uma nova fabrica em Eisenach, em 1928. Mas este episodio de Castiglioni levou as autoridades Russas a revoltarem-se, quando denotaram todas estas percentagens que indevidamente pagas durante anos e apresentaram um protesto formal. Arbitacao final em 1931 decidiu conceder a licenca de producao do BMW IV como oferta de indeminizacao a Russia. Apos este episodio, a BMW tentou desesperadamente obter novo contracto com os Russos, mas as suas relacoes estavam irrevogavelmente danificadas.

O primeiro motociclo da BFW foi uma simples bicicleta motorizada chamada Flink. Era equipada com um motor fornecido exteriormente, o Kurier 148cc a dois tempos, mas nao foi um successo.

Em 1921, o engenheiro Martin Stolle, desenhou um motor twin flat (dois cilindros opostos) de valvulas laterais, designado de M2B15, o qual a firma de Munique vendeu a outros fabricantes de motos, como a Victoria, Heller e Bison. O M2B15 produzia 6 cavalos de forca e estava desenhado para ser montado longitudinalmente na moto, seguindo o exemplo da Douglas e Wooler, fabricantes Britanicos ou da Harley Davidson modelo W. Em facto, a BFW equipou um seu motociclo com este motor, a Helios, mas foi forcada a rever o projecto devido a problemas com a sua suspensao.

Um ano mais tarde, a R32 foi criada por Max Friz, da BMW (famoso pela sua aversao ao projecto de motos). Friz concebeu um novo motor flat-twin que reteve a capacidade de 494cc, mas montado transversalmente na moto, ou seja, movido 90 graus (este-oeste) em relacao a configuracao anterior do M2B15 (sul-norte), mas mantedo a mesma relacao entre cilindros de 180 graus.

Com os cilindros protuberantes do chassis, o motor tinha melhor capacidade de arrefecimento. A unidade incorporava uma caixa de tres (3) velocidades, accionada por um selector manual do lado direito do tanque de gasolina e, um veio de transmissao final. Um "cogumelo" de aco era incorporado no topo dos cilindros de forma a proteger estes em caso de acidente.

Contacte-nos!

Onde estamos

Catalogos

O chassis era baseado numa estructura tubular dupla triagulada. Suspensao frontal era similar a utilizada pela Indian, uma variacao do design de molas de lamina que incorporava duas forquilhas avancadas em relacao ao eixo com dois tirantes de aco que ligavam ao conjunto de avanco frontal de molas laminadas.

O veio de transmissao significava que nao poderia existir suspensao traseira com a tecnologia da epoca por isso, um selim de molas foi empregue para providenciar uma conducao confortavel.Travoes eram providenciados por um tambor frontal mais um engenho de friccao no aro secundario da roda traseira.

A R32 produzia 8.5 cavalos as 3200rpm, suficiente para uma velocidade de topo em cerca de 90Km/h. A mota estava muito bem construida e acabada, com iluminacao electrica e trem de valvulas encapsuladas (novidades na epoca). A BMW gerou uma grande excitacao quando demonstrada no Salao de Motociclos de Paris em 1923.

A maior parte dos motociclos da epoca eram montados usando pecas de varios fornecedores mas a R32 sobressaiu por ter sido claramente desenhada e concebida como uma entidade completa. Os seus pousa pes corridos em aluminio eram integrados elegantemente com o motor e chassis. As pontas levantadas nos pousa pes, aliados com guarda lamas grandes e envolventes juntamente com veio de transmissao, tornavam esta nova BMW numa maquina notavelmente limpa e practica.

Apesar de cara, a R32 foi um successo. Mais de 3000 unidades foram vendidas durante os seguintes quatro anos , tornando a BMW como uma marca seria de fabrico de motociclos e automoveis, ao lado dos seus Austin Seven produzidos sob patente, com o nome de Dixi, mas esta sera uma historia para posteriormente.

A R32 foi desenvolvida pelo engenheiro Rudolf Schleicher para criar a R37, que possuia um motor de valvulas a cabeca (OHV) em vez de laterais, produzindo consideravelmente mais forca, com 16 cavalos de potencia. Schleicher e outros pilotos competiram com a R37 numa enorme variedade de eventos. Entre 1924 e 1926, a BMW ganhou tres (3) campeonatos alemaes e cerca de 200 premios de corrida.

Um periodo de luta de 8 anos pelo recorde de velocidade mundial seguiu-se a partir de 1929. Ernst Henne iniciou a sua serie de successo com o recorde de velocidade de 207.1 Km/h em 25 de Agosto de 1929. Em Setembro melhorou para 215.9Km/h para seguir com 220.9Km/h exactamente um ano mais tarde. Na Primavera de 1931 conseguiu 237.6Km/h e no Outono obteu um maximo de 243.6Km/h. Frequentemente alternando com rivais Britanicos, a BMW melhorou o seu recorde todos os anos ate alcancar o recorde mundial de 278.8Km/h em 1937, mantido por mais de quatorze (14) anos.

Pilotando motos BMW, Ernst Henne estabeleceu setenta e seis (76) recordes mundiais em oito (8) anos. Num unico ano, 1939, as motos de Munique arrecadaram quatrocentas e noventa e uma (491) medalhas d'ouro.

Em 1935 a BMW lancou uma maquina equipada com um compressor volumetrico com quatro (4) veios de excentricos (cames) a cabeca accionados por veios. Com esta maquina, Georg "Schorsch" Meier, o Homem d'Aco, como era conhecido, originario de Munique, tornou-se no primeiro estrangeiro, na primeira moto estrangeira, a ganhar o Senior Tourist Trophy na Ilha de Man (o famoso TT) na classe de 500cc, a poucos meses antes do inicio da Segunda Guerra Mundial. Este foi um feito de monta num pais de tao rica historia motociclista como a Gra-Bretanha!

Esta e a historia de successo da BMW em motociclismo durante a decada de 1930: oito (8) campeonatos Alemaes, tres (3) ISDT (International Six Day Trials), treze (13) campeonatos estrangeiros, setecentos e sessenta e dois (762) primeiros lugares em corridas de estrada e mil oitecentas e dezassete (1817) Medalhas d'Ouro em competicoes fora d'estrada.

Esta figuras reforcam o variado successo que a BMW teve e, os inumeros eventos que a equipa de fabrica participou: Franz Bieber (que ganhou o primeiro campeonato Alemao em 1924), Rudi Reich, Hans Soenius, Karl Gall, Toni Bauhofer, Paul Koppen e Wiggerl Kraus.

Juntamente com Georg "Schorsch" Meier, Josef Forstner e Fritz Linhardt, estes formavam o grupo dos " Tres Homens de Ferro" nas competicoes da ISDT. Com Ernst Henne ( que faleceu com 101 anos, em 24 de Maio 2005) e Rudolf Schleicher (engenheiro senior de testes) mais inumeros pilotos privados, todos eles contribuiram de forma determinada e com successo, para a formula que ainda hoje faz parte da heranca tecnologica da BMW e a imagem que esta possui junto do publico, como marca sinonima de fiabilidade, performance e avanco tecnologico.

A continuar...

Edgar Marques

You are viewing the text version of this site.

To view the full version please install the Adobe Flash Player and ensure your web browser has JavaScript enabled.

Need help? check the requirements page.


Get Flash Player